A Filosofia é uma concepção do mundo e da vida, é amor pela sabedoria, é reflexão crítica e investigativa do conhecimento e do ser.

António Pinela

EuroSophia é um espaço de reflexão e de edição de textos.

Início     EuroSophia   |   Filosofia   |   Filósofos    eBooks   |   Glossário   |   Utilização de textos   |   Contacto

Contradições da natureza humana

 

Nem sempre somos dados à introspecção, nem a profundas reflexões. No entanto, em determinados momentos da nossa existência damo-nos conta de que estamos a pensar sobre os nossos sentimentos e os nossos actos, levados por perguntas que nos ocorrem em catadupa. São pequenas coisas, alguns obstáculos ou grandes acontecimentos de que somos protagonistas, que nos conduzem ao pensamento. E então, inicia-se um processo reflexivo que propicia o esclarecimento das nossas próprias dúvidas, iniciando-se um processo de conhecimento. Chama-se a isto filosofar.

Todos queremos encontrar um caminho para a nossa vida, porque é assim que ela faz sentido. Demoramos tempo, às vezes muito tempo, a entender esta verdade. Escondemo-nos no recôndito da nossa interioridade e não deixamos que o sentimento se mostre. É cómodo, porque a realidade envolvente nem sempre é linear.

A criatura humana, salvo raras excepções, não tem o hábito de arrumar, em si, as suas próprias vivências, as mais ricas, e dá, quase sempre, alguma ênfase ao particular, ignorando o universal. Porque em nós existe um misto de contradição: queremos e não queremos conhecer as verdades, as realidades, o que nós somos e qual a nossa relação com os outros.

Pensamos que sabemos do que se trata, que conhecemos a verdade, mas não temos coragem para enfrentar o que julgamos saber e conhecer. Falta de coragem, ou incapacidade real para entender o que nos traz a vida?

Rodeamos as coisas, andamos à volta, giramos… Mas a voz interior, aquela que é silenciosa, mas dolorosa, os sentimentos, um dia revolta-se e manifesta-se sob diversas formas: contradições, ódios, vontades, desejos, princípios… Tudo emerge em catadupa, sem controlo, em turbilhão, a tal ponto que nos tolhe a capacidade racional. E não raro, sob o efeito depressivo desse turbilhão, agimos de modo inapropriado. E sem retorno.

Os sentimentos contraditórios criam habitualmente mal-estar, desajustamento, pensamento doentio.

A vida inter-relacional que levamos, por vezes cega-nos, não nos deixando vislumbrar o que é óbvio e mais importante para cada um de nós: a paz interior.

E tudo isto, porque, não raro, não somos capazes de definir as nossas prioridades, escolher o nosso caminho, dar importância aos momentos únicos das vivências de que somos protagonistas, e deitamos tudo a perder.

Sendo tudo isto consequência de não sermos capazes de entender claramente o nosso estado emocional, nem racional. Vamos andando por um caminho aparentemente mais fácil, mas que não é o nosso, que nos pode conduzir ao abismo. Causando, com a tal atitude, sofrimento e dor a nós próprios e aos outros. Porque será assim a natureza humana? (António Pinela, Reflexões, Julho de 2005).

 
 

REFLEXÕES

Imagens perturbadoras

A crítica

Contradições da Natureza Humana

Das coisas simples se faz filosofia

Desconsideração pelos bens do espírito

Ética e cidadania

Exigências do rigor reflexivo

Filosofar requer reflexão

Muito se diz sobre a filosofia

Natureza Humana

Os horizontes que temos do mundo

Para aprendizes de Filosofia

Preocupações metafísicas referentes ao homem

Saber dos nossos antepassados

Sentido da educação filosófica

Significado de mito

Vivência da filosofia

 

EDUCAÇÃO/ENSINO

Encyclopédie de la philosophie

Educação

Ensino da Filosofia

Erasmus

Estudo da filosofia

Filosofia

Filosofia (Discip. ens. superior)

Filosofia (Prog. ens. secundário)

Filósofos (biografias breves)

Glossário

Philosophie & religion

Scientific Research Publishing

Stanford Encyclopedia of Philosophy

 

CONSULTA ÚTIL

Ciberdúvidas

Amnistia Internacional

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Lusofonia (CPLP)

ONU

UNESCO

União Europeia

 

ARQUIVO

Pensamentos

Provérbios

Sabia que...

Sete sábios da Grécia, Os

 

© 2003-2020 www.eurosophia.com - Todos os direitos reservados

Contacto

EuroSofia é um espaço de reflexão e de edição de textos

Última actualização: 09/06/20