A Filosofia é uma concepção do mundo e da vida, é amor pela sabedoria, é reflexão crítica e investigativa do conhecimento e do ser. António A. B. Pinela

Edição online

Página inicial  |  Filosofia  |  Filósofos  |  Glossário  |  Perfil do autor    

 

Porque pensam, se é que pensam

 

É comum ouvir dizer-se que os simples mortais não sabem pensar, porque têm o coração muito ao pé da boca. São impulsivos, emocionais, quase irracionais... e não sabem articular palavras, e sei lá o quê!

Quem é que sabe pensar? Por certo, uma classe privilegiada. Uns tantos dotados de algum Dom que nós, simples mortais, ignoramos. Vale a pena que nos detenhamos no que dizem algumas sumidades da nossa Praça Pública, digo, das vaidades.

Vejamos apenas esta pérola de pensamento: A propósito do alegado envolvimento do Dr. Paulo Portas, no caso Moderna, um jornalista da RTP interroga o sr. Advogado António Pires de Lima, que por sinal até já foi bastonário da Ordem dos Advogados. Pergunta o Jornalista, mais ou menos assim: O que pensa do que dizem os políticos acerca deste caso:

Responde o sr. Advogado: Nunca tive a veleidade, mesmo enquanto fui bastonário, de tentar sequer perceber o que os políticos pensam, porque pensam, se é que pensam! (RTP, 28.05.03 - Jornal 2, Telejornal).

Na nossa modesta opinião, e enquanto ser pensante e, transitoriamente, a exercer alguma actividade política, pensamos que é muito grave que um distinto advogado de Lisboa, com as responsabilidades que tem e o exemplo que dele se espera, diga semelhante barbaridade. E refiro-me apenas à última parte da sua brilhante frase: «...se é que pensam».

É grave, muito grave que se diga uma coisa destas. É bom lembrar aos srs. que proferem, impensadamente, estes disparates que os políticos, os médicos, os professores, os engenheiros, os operários, os funcionários públicos, etc., e também os advogados e os juízes são, antes de ser o que são, homens. E todo o homem se engana, erra, diz asneiras. Ninguém está acima do erro. O homem é um ser imperfeito. É um ser a caminho. Logo, é uma personalidade em permanente aprendizagem e aperfeiçoamento, porque, até ao final dos seus dias, está em constante devir.

Usar o metadiscurso, olhando de cima para baixo, em pose autoritária e arrogante não é apanágio dos fortes nem dos sábios. Os sábios só sabem que nada sabem, são tolerantes e compreensivos, e é por isso que são sábios. Os que olham obliquamente, julgando-se possuidores de todo o conhecimento e verdade, não estão seguros da sua missão, daí a sua arrogância e até desdém para com aqueles que, porventura, tenham outra visão dos problemas, da vida e do mundo.

Mas, enfim, como seres caminhantes que somos, e de forma consciente, preparemo-nos para tudo: para ouvir frases deste estilo e perdoar aqueles que não sabem o que dizem; compreendamos as outras posições, mesmo que nos agridam, pois demos delicadamente a outra face (isto é, o ensinamento) aos pseudo sábios . Eles ficarão felizes e contentes. E, sobretudo, a seus olhos achar-se-ão de grande sabedoria. De coisa nenhuma. (António Pinela, Reflexões, Maio de 2003).

 

 

LIVROS/EBOOKS

 

De

 

António A. B. Pinela

 

 

Horizontes da Filosofia

Ver informação

 

 

 

Para que serve a filosofia

Ver informação

 

 

 

Fundamentação Metafísica da Esperança em Gabriel Marcel

Ver informação

 

 

 

Vergílio Ferreira e o Existencialismo

Ver informação

 

 

 

A Razão universal em Álvaro Ribeiro

Ver informação

 

 

 

A felicidade segundo santo Agostinho

Mais informação

 

 

 

A desigualdade entre os homens segundo Rousseau

Ver informação

 

 

 

Felicidade e Natureza Humana Segundo David Hume

Ver informação

 

 

 

Organização e Desenvolvimento Curricular

Ver informação

 

 

 

Como organizar um trabalho escolar

Ver informação

 

 

 

Ciências da Educação - Glossário

Ver informação

 

 

 

ARQUIVO

 

Pensamentos

 

Programas de Filosofia

(Ens. Secundário)

 

Filosofia (Discip. ens. superior)

 

Provérbios

 

Sabia que...

 

Sete Sábios da Grécia

 

 

 

ORGANIZAÇÕES

 

Amnistia Internacional

 

Declaração Universal dos Direitos Humanos

 

Diário da República Electrónico

 

Disputatio International Journal of Philosophy

 

Encyclopédie de la philosophie

 

Eurydice

 

European Schoolnet

 

European Universities Association

 

Lusofonia (CPLP)

 

Philosophie & religion

 

Portal europeu sobre oportunidades de educação e formação

 

Stanford Encyclopedia of Philosophy

 

The Paideia Archive

 

ONU

 

UNESCO

 

União Europeia

 

 

Sobre EuroSophia  | Condições de utilização de textos e imagens | |   Contactos

 

© 2003-2021 www.eurosophia.com  Todos os direitos reservados