A Filosofia é uma concepção do mundo e da vida, é amor pela sabedoria, é reflexão crítica e investigativa do conhecimento e do ser. António A B Pinela

Início EuroSophia Filosofia Filósofos Glossário Contacto Os meus livros/eBooks
 

Epicuro

 

Filósofo grego (341-270 a.C.), seu pai, o ateniense Néocles, era mestre-escola, sua mãe praticava a magia. Dedicou-se à filosofia muito cedo, tendo sido iniciado por Nausífanes de Teo no sistema de Demócrito. Passou grande parte da sua vida em Atenas, onde fundou uma escola em 306; escola a céu aberto (o célebre «Jardim de Epicuro»), onde vivia em comunidade com amigos e discípulos.
Dele ficaram três cartas que contêm o resumo da sua doutrina e, em particular, da sua moral: Epicuro ensinava que o prazer é o supremo bem, entendo por isso, não o que dele se disse, e talvez um pouco ligeiramente e injustamente, que o homem deve abandonar-se às volúpias fáceis, mas, ao invés, que a felicidade (ou prazer) é a recompensa da sabedoria, da cultura do espírito e também da prática da virtude.
A sua doutrina do «cálculo dos prazeres», fonte de tantos mal-entendidos, requer ser esclarecida: Epicuro propõe como alvo alcançar um uso racional dos prazeres, que classifica em três grupos: 1.º favorecer; 2.º admitir; 3.º evitar. Propõe, então, favorecer aqueles prazeres que são «naturais» e «necessários»; admitir aqueles que são naturais mas não necessários; evitar aqueles que não são naturais nem necessários. Assim, aceder-se-á ao estado privilegiado do homem, que é o repouso da alma, a ataraxia.
O Jardim de Epicuro era um porto de paz no seio da sociedade atormentada de Atenas do século IV a.C., e refugio de discípulos activos. A frugalidade e uma relativa austeridade ali se faziam sentir. O epicurismo teve uma grande difusão pelo mundo romano. A escola durou até a o século IV d.C., mas teve um fraco desenvolvimento, conforme o desejo do mestre, que queria discípulos fiéis como impunha a filosofia do mestre. Epicuro expôs a sua doutrina num grande número de escritos, a maior parte deles perdidos.

 
 

LIVROS/EBOOKS

 

Horizontes da Filosofia

 
Para que serve a Filosofia
|

Organização e Desenvolvimento Curricular

(Est. universitários, professores)

 

A Fundamentação Metafísica da Esperança em Gabriel Marcel

|

Como Organizar Um Trabalho Escolar

(ens. secundário, universitário)

 
Vergílio Ferreira e o Existencialismo
 

Ciências da Educação: Glossário

 

A Razão Universal em Álvaro Ribeiro

!

Rousseau denuncia as causas das desigualdades

|

A felicidade segundo Santo Agostinho

|

Felicidade e Natureza Humana Segundo David Hume

 

EDUCAÇÃO/ENSINO

 
Disputatio International Journal of Philosophy
Encyclopédie de la philosophie
Educação

Ensino da filosofia

Erasmus
Estudo da filosofia

Filosofia (Prog. ens. secundário)

Filosofia (Discip. ens. superior)

Filosofia (textos)

Filósofos (biografias breves)

Glossário
Philosophie & religion
Stanford Encyclopedia of Philosophy
 

CONSULTA ÚTIL

 
Ciberdúvidas

Amnistia Internacional

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Lusofonia (CPLP)

ONU

UNESCO

União Europeia

 

ARQUIVO

 

Pensamentos

Provérbios

Sabia que...

Sete sábios da Grécia, Os

 
© 2003-2018 eurosophia.com - Todos os direitos reservados Utilização de textos

Contacto

EuroSofia é um espaço de reflexão e de edição de textos

Última actualização: 06/03/18